Percurso da Tocha Olímpica Rio 2016

Classifique essa publicação:
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
Loading...Loading...

Vinte e cinco dos 141 condutores que levarão a tocha olímpica no percurso de cerca de 40 quilômetros por Brasília foram indicados pelo Executivo local. Entre os escolhidos, oito são atletas olímpicos. No total, com transporte por comboio, o trajeto soma 105 quilômetros, passando por cinco regiões administrativas e 15 pontos turísticos. O revezamento começará às 10 horas, na rampa do Palácio do Planalto, e acabará com a festa de celebração na Esplanada dos Ministérios, a partir das 16 horas.

A bicampeã olímpica Paula Pequeno, ouro em Pequim (2008) e em Londres (2012) com a seleção brasileira de vôlei, fará o trajeto na Catedral Metropolitana Nossa Senhora Aparecida, com horário estimado para as 10h21. O também campeão olímpico Joaquim Cruz, ouro nos 800 metros dos Jogos de Los Angeles 1984, conduzirá a chama olímpica, por volta das 14h15, no centro de Taguatinga, região onde o atleta nasceu. O último condutor na cidade será a secretária do Esporte, Turismo e Lazer, Leila Barros, que conquistou a medalha de bronze no vôlei em duas edições dos Jogos. Ela chegará perto das 20h50 no local da festa de encerramento.

No Lago Paranoá, o primeiro-sargento do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) Manoel Messias ficará responsável por levar a tocha, de rapel, até uma lancha nas águas do reservatório, às 11h19. Na embarcação que seguirá em direção ao Pontão do Lago Sul, estará o velejador Felipe Rondina. Trocando de transporte para canoa havaiana, ainda no lago, a chama olímpica passará para as mãos do atleta de canoagem Rubens Pompeu. Em terra firme, na chegada ao Pontão às 11h37, assumirá o triatleta Leandro Macedo.

O zagueiro pentacampeão com a seleção brasileira de futebol em 2002 Lúcio participará do trecho dentro do Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha, por volta das 12 horas. Minutos antes, a tocha chegará de helicóptero à arena e descerá ao gramado, por rapel, pelas mãos do esportista e bombeiro militar do DF subtenente Haudson Alves.

Representante olímpico do Brasil nos saltos ornamentais desde Atenas 2004, Hugo Parisi correrá com a tocha pelo Complexo Aquático Cláudio Coutinho, onde também passará o nadador Ícaro Ludgero. O início desse percurso está previsto para as 12h17. No Parque Nacional de Brasília, mais conhecido como Água Mineral, farão o percurso a partir das 12h47: Flávia Cantal (esportista de natação), Mackinley Souza (frequentador do parque) e Quedson Conceição (estudante da Estrutural).

Dentro do Regimento de Polícia Montada da PMDF, no Riacho Fundo I, o trajeto começa às 15h34. Dois policiais militares e praticantes de hipismo — primeiro-sargento João Batista e terceiro-sargento Elaine Silva — vão fazer o percurso. Além deles, conduzirá a tocha a aluna de equoterapia Bruna Camargo e o único policial militar cadeirante do DF, Hélvio Pompílio. Pouco depois, por volta das 16h20, no Centro Olímpico e Paraolímpico do Riacho Fundo I, a chama será levada pelo ex-jogador de basquete e atleta olímpico Pipoka (João José Vianna).

Na passagem pela Igreja Nossa Senhora de Fátima, a Igrejinha, na 307/8 Sul, aproximadamente às 17h49, a condução será da corredora e funcionária do Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran-DF) Darilene Lopes. Mais tarde, às 20 horas, será a vez de Alan Blanco, ex-atleta de judô e policial civil, no Memorial JK. Ao lado, no Memorial dos Povos Indígenas, a chama olímpica passará pelas mãos do esportista indígena Kamukaiaka Lappa.

No fim do percurso, antes de chegar à secretária Leila, que levará a chama até o palco da festa, ela será conduzida pelo Eixo Monumental pelo atleta de bicicross Wellington Nascimento. Na Torre de TV, dos indicados do governo local, Flávio Guimarães, maratonista e universitário, e Joilto Bonfim, atleta olímpico do atletismo, levarão o símbolo olímpico.

Mudança no número

Os demais condutores, que completam a lista de 141 na cidade, foram indicados pelo Comitê Rio 2016 e por patrocinadores. Inicialmente, o Comitê Executivo dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016 do Distrito Federal informou que 143 pessoas conduziriam a tocha por Brasília, mas, como houve ajustes no percurso, o número correto é 141.

Para selecionar os 25 indicados, o governo de Brasília levou em conta critérios como ser campeão ou medalhista olímpico ou paraolímpico, ter participado de alguma edição dos Jogos, ou ser ícone do esporte ou da cultura local. Outros receberam indicação por se destacarem na carreira pública, como policiais e bombeiro militar, e na vida estudantil e esportiva brasiliense.

As seleções vieram de federações de modalidades esportivas, da Federação de Desporto Universitário, da Secretaria da Segurança Pública e da Paz Social (atletas militares), da Secretaria de Cultura, da Secretaria de Educação e do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade — ICMBio (governo federal).

Quem são os 25 indicados pelo governo de Brasília e o trajeto que percorrerão:

Paula Pequeno (bicampeã olímpica no vôlei) — Catedral
Manoel Messias (policial do Bope/esporte militar) — Ponte Juscelino Kubitschek
Felipe Rondina (velejador) — Lago Paranoá
Rubens Pompeu (canoísta) — Lago Paranoá
Leandro Macedo (triatleta olímpico) — Pontão do Lago Sul
Lúcio (zagueiro pentacampeão) — Mané Garrincha
Haudson Alves (bombeiro/esporte militar) — Mané Garrincha
Hugo Parisi (atleta olímpico dos saltos ornamentais) — Complexo Aquático Cláudio Coutinho
Ícaro Ludgero (nadador) — Complexo Aquático Cláudio Coutinho
Flávia Cantal (esportista de natação) — Parque Nacional de Brasília
Mackinley Souza (frequentador) — Parque Nacional de Brasília
Quedson Conceição (estudante) — Parque Nacional de Brasília
Joaquim Cruz (campeão olímpico no atletismo) — Taguatinga Centro
Hélvio Pompílio (policial militar) — Regimento de Polícia Montada – Riacho Fundo I
João Batista (hipismo/esporte militar) — Regimento de Polícia Montada – Riacho Fundo I
Elaine Silva (hipismo/esporte militar) — Regimento de Polícia Montada – Riacho Fundo I
Bruna Camargo (aluna de equoterapia) — Regimento de Polícia Montada – Riacho Fundo I
Pipoka (atleta olímpico do basquete) — Centro Olímpico e Paraolímpico do Riacho Fundo I
Darilene Lopes (corredora e funcionária do Detran) — Igrejinha da 307/8 Sul
Alan Blanco (ex-atleta de judô e policial civil) — Memorial JK
Kamukaiaka Lappa (esportista indígena) — Memorial dos Povos Indígenas
Wellington Nascimento (bicicross) — Eixo Monumental
Flávio Guimarães (esportista universitário) — Torre de TV
Joilto Bonfim (atleta olímpico de atletismo) — Torre de TV
Leila Barros (medalhista olímpica de vôlei) — fim do revezamento na Esplanada

Fonte: www.agenciabrasilia.df.gov.b

Comentários:
Blog Sou Brasília

Temporada de quermesse no Templo Budista

Quando chega agosto, começa a temporada da Tradicional Quermesse do Templo Shin Budista de Brasília, que neste ano chega à sua 44ª edição. Todos os anos o templo organiza uma grande festa com comidas típicas japonesas, apresentações culturais de artes ...

Mostra de dança passa por quatro regiões do DF

Diferentes estéticas de dança passarão por palcos nas regiões de Taguatinga, Ceilândia, Samambaia e Sobradinho, durante os meses de agosto, setembro e outubro, no evento beneficente “Dança à Mostra (DàM)”. O tradicional evento chega à sua quinta edição neste ano, ...

Cinema nacional ao ar livre no CCBB

No mês de agosto, o CCBB exibe o melhor da produção cinematográfica nacional dos últimos anos, em sessões ao ar livre e na sala de cinema do local, sempre com entrada gratuita. Do dia 15 a 27 de agosto serão ...